Todas edições-apresentação-demo RM - Facebook RM Ed 147 Bancas Assine Magnum RM ED 145 Online RM ED 144 Online ED 143 ONLINE

É com prazer que apresentamos a revista MAGNUM!

MAGNUM é uma Revista dedicada ao universo das Armas de Fogo. Aborda Colecionismo, Tiro Esportivo, Munições, Recarga, Balística e Legislação pertinente ao assunto. Além de abordar Arqueiria, Caça, Cutelaria, promover entrevistas com pessoas ligadas a cada um desses setores e cobrir lançamentos de novos produtos - no Brasil e no mundo -, buscando estimular seus Leitores ao trânsito saudável, consciente e responsável através desses temas.

Confira abaixo 5 Edições Completas para Assinantes MAGNUM

Edição 82 - Ano 13 - Janeiro/Fevereiro 2003

blog post image

Editorial

Como sempre, chega novamente a hora de produzir mais uma edição de MAGNUM, de modo a caminharmos para o final de nossos 16 anos juntos e, nessas quase dezessete primaveras, sempre pautamos pela moralidade e pelos bons costumes – afinal, somos “vitrina” – e o que não falta por aí são pedras!

Pudera! Nosso segmento é sempre vis to como algo “do mal”, já que, na cabeça daqueles que não conseguem pensar por eles mesmos e limitam-se a repetir frases feitas, como papagaios, Armas de Fogo têm que estar associadas à violência, como se não existissem diversas modalidades de Esporte onde pistolas, revólveres, carabinas, fuzis e espingardas cumprem seu papel desportivo, não raro elevando o nome do Brasil no exterior. E isso tudo sem falarmos na Defesa que elas podem nos proporcionar ao termos nossas moradias invadidas por marginais a tudo dispostos.

Continua...

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Edição 103 - Ano 17 - Agosto/Setembro 2008

blog post image

Editorial

Em tempo de Olimpíadas, quando todos estão, de algum modo, “ligados” nos Jogos que este ano tiveram lugar na China, poderíamos simplesmente relembrar o leitor que o Esporte responsável pelas primeiras medalhas olímpicas inclusive de outro é exatamente O TIRO.

Contudo, não ficaremos nisso, já que, em tese, o fato citado é mais do que conhecido (apesar de não relembrado com todo o respeito que merece). Ampliaremos nossa linha de pensamento para o fato de que certas emissoras de televisão ainda teimam em afirmar que o nobre Desporto é...violento (imaginamos, então, como descrever...o boxe) e que não deveria fazer parte das Modalidades Desportivas presentes a uma Olimpíada!

Deixando de lado a incapacidade alheia em lidar com a Verdade, é importante lembrar do sucesso que foi o MAGNUM Show (veja matéria nesta edição) – algo que aconteceu sepultando algumas poucas visões pessimistas e que muito nos orgulhou, não só pela maciça presença de público (notadamente nossos Leitores) mas também pelos grandes Fabricantes que acreditaram no empreendimento e, ao final, nada tiveram de se arrepender pelo prestígio dado a nossa Mostra.

Outro ponto positivo anotado no fechamento do primeiro semestre foi a promulgação da Lei 11.706/08, ação que há muito esperávamos e que, finalmente, deu o ar da graça, conforme informado em artigo constante desta edição, muito bem elaborado por nosso Colaborador Daniel Fazzolari. Notem que não estamos exatamente satisfeitos com a nova lei, mas pelo menos agora existem parâmetros que nos servirão como balizamento para possíveis alterações futura s, as quais, esperamos - em nome da Lógica e da Razão – ainda aconteçam em período bem próximo.

Encerramos com o devido agradecimento àqueles que nos acompanham, seja como Leitores, Anunciantes ou como Colaboradores de nosso Veículo - todos Parceiros no presente e no futuro!

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Edição Especial - Ed. 55 - Armas longas

blog post image

Editorial

Muitas vezes nossos editoriais citaram o interesse (alguns podem até chamar isso de amor), por certos tipos de Armamento, da parte de nossos Leitores - fato esse que originou a maior parte de nossas publicações Especiais (aquelas nas quais um certo tipo de arma é trazido à luz através de Testes e Apresentações), onde o interesse maior é agrupá-las de modo a fazer com que o interessado em determinadas classes de Armamento possa ter um vislumbre de algumas delas reunidas em um só compêndio.

E, com tal pensamento, há alguns anos iniciamos nossa produção dos chamados Especiais; e os resultados foram altamente positivos, abarcando não somente novos seguidores de MAGNUM, mas também aqueles que, a partir de tal orientação, buscam especificidade de detalhes quanto a determinados tipos de armas sem ter que recorrer a tal busca entre mais de uma centena de revistas publicadas desde então.

Dentro de tal linha de ação, muitos foram os temas por nós abrangidos, tais como Revólveres, Pistolas, Carabinas, Fuzis, Metralhadoras de mão etc. - todos eles com plena aceitação, incluindo muitas vezes peças de relevado interesse histórico. E saiba que os itens de cada uma dessas publicações foram pinçados, em reuniões de pauta, à voz da aceitação maior por parte daqueles que a nós se acostumaram - às vezes até com mais de vinte anos de “seguimento” de nosso trabalho.

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Edição Especial - Ed. 38 - Espingardas - Jan / Fev 2010

blog post image

Editorial

Nesta nossa primeira “viagem” pelo interessante mundo das Espingardas - as quais, indubitavelmente têm uma legião de fiéis admiradores - o Leitor poderá, como sempre, caminhar lado a lado com aqueles que as testam ou apresentam e quase sentir-se como se presente estivesse.

Afinal, em mais esta Edição Especial para Colecionadores, estão algumas das marcas mais famosas que permearam nossas páginas ao longo de muitos anos.

Dentre elas, especial ênfase às nacionais, já que nossa indústria foi (e ainda é, de certo modo) profícua em produzir alguns dos Modelos aqui elencados e que fizeram (e sem dúvida continuam a fazer) a alegria daqueles que sentem o verdadeiro prazer de ter em mãos essas Armas Longas de alma lisa que tanto servem ao Esporte quanto à Caça, sejam elas no consagrado calibre 12 Ga. ou até mesmo nos menores, como o bem conhecido 28 Ga. Desse modo, nesta Revista o Leitor encontrará alguns “monstros sagrados” - que sempre garantiram seu lugar em boas vendagens - ao lado de algumas clássicas que, se não foram exatamente sucessos de vendas, ainda assim conseguiram criar uma legião de apaixonados e até mesmo delas dependentes (como é o caso daqueles que exercem a Caça de Sobrevivência; e que não são poucos), inclusive no nobre Trabalho Policial.

As da CBC encabeçam tal listagem; e em dois Modelos (Pump I e II), segui das pelas eternas espingardas Boito (uma delas na famosa versão Reuna) e pelas Rossi 300 e Overland.

E, é claro, não poderiam ficar de fora algumas das mais afama das estrangeiras, como as italianas Benelli e as norte-americanas Winchester e Mossberg. Na esteira dessas, mais duas européias: a SPAS 12 e a SPAS 15, as quais de certo modo inovaram com suas linhas, bem diferenciadas das praticadas naqueles modelos considerados “tradicionais”.

Seja qual for o sistema de funcionamento (“ação”), garantimos que todos os exemplares aqui enfocados demonstrarão as possíveis variações que podem ser aplicadas a tal tipo de Armamento e, além disso, as reportagens elencadas trazem nuances somente possíveis após intenso trabalho de pesquisa - algo que nossa Equipe sempre gostou de efetuar nesses mais de vinte anos de existência.

Ao Leitor resta, então, deliciar-se com o prazer da leitura de matérias cuidadosamente escolhidas - algo para o que o convidamos a fazer imediatamente!

Boa leitura!

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Revista Magnum Edição 137

blog post image

Editorial

TODOS A BORDO!

Não é fase para desentendimentos. Por mais que haja todo um contingente que, estagnado no tempo, se valha de hinos arrogantes e provocativos como “...se cuida, imperialista, a América Latina vai ser toda socialista...”, por mais que haja isso e tomemos conhecimento, salivando de vontade de brigar, fato é que não dá.

Não há mais tempo nem lugar para isso.

Estamos no fi m dos anos 2010. Neste 2018, comemoramos 1 século desde o armistício da Primeira Grande Guerra. No dia de hoje, estamos precisamente a 1 ano, 8 meses e 3 dias do início dos anos 20 do século XXI. Não existe mais circunstância para separações internas. Não mesmo. Principalmente num país que conserva algum significado perante o mundo justamente em função da extensão de seu território e do milagre da língua única.

Embora somente meia dúzia dos nossos ainda transite por arrabaldes das teorias falidas e ineficazes do comunismo-socialismo, ou tateiem seus limites, fato é que nós, que entendemos a saudável satisfação que traz o universo das armas de fogo, em política nos concentramos maciçamente ao centro à direita. E ao centro à direita nos reconhecemos, ao centro à direita nos entendemos e ao centro à direita nos respeitamos.

Nosso problema, portanto, não se resolve com debates internos ao nicho. Temos que evocar o que sobra  de tranquilidade em nossas entranhas e estender o discurso, de modo brando, “sem sacar o revólver”, àqueles que reconhecidamente não estejam do nosso lado e se tenham acostumado a nos chamar ora de seres otários, ora de seres violentos.

E é hora de regar e adubar sementes de heróis de verdade, simplesmente valorizando, aplaudindo e “viralizando” atitudes normais de homens normais e honestos, evitando excessos e acessos. Evitando enxergar herói em quem não o seja, evitando igualmente a aniquilação de quem esteja só praticando inocência útil, por ser muito jovem ou por ser muito mal informado.

Não pregamos covardia, absolutamente. Acreditamos no entendimento, nunca na capitulação. E é difícil a dosagem disso tudo. Muito difícil a têmpera desse aço. Se muito duro, o aço quebra e, se muito mole, entorta e também não cumpre função.
No fundo, sem se deixar fazer proselitismo, bom entendimento nasce do conversar com os mais jovens, desinformados por pouca estrada, e do conversar com os mais limitados e inocentes, às vezes mais velhos, desinformados por pouco estudo ou extemporânea ingenuidade.

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line