RM ED 144 Online Assine Magnum RM Ed 147 Bancas ED 143 ONLINE RM - Facebook RM ED 145 Online Todas edições-apresentação-demo

É com prazer que apresentamos a revista MAGNUM!

MAGNUM é uma Revista dedicada ao universo das Armas de Fogo. Aborda Colecionismo, Tiro Esportivo, Munições, Recarga, Balística e Legislação pertinente ao assunto. Além de abordar Arqueiria, Caça, Cutelaria, promover entrevistas com pessoas ligadas a cada um desses setores e cobrir lançamentos de novos produtos - no Brasil e no mundo -, buscando estimular seus Leitores ao trânsito saudável, consciente e responsável através desses temas.

Confira abaixo 5 Edições Completas para Assinantes MAGNUM

Edição Especial - Ed. 41 - Revólveres TAURUS 4 - Nov / Dez 2010

blog post image

Editorial

Uma Especial Dedicação

Após termos editado, com sucesso, três publicações Especiais sobre Revólveres, abrangendo várias marcas e modelos existentes no mercado nacional e internacional, vimos que era chegada a hora de homenagear exclusivamente os produtos genuinamente brasileiros - e quem mais poderia representá-los senão a conhecidíssima Taurus?

Afinal, nos anos oitenta, a cada quatro dessas peças de Armamento vendidas no Brasil, três eram produzidas pelas Forjas Taurus - isso trazendo como conseqüência a enorme quantidade delas existentes em todo o País.

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Edição 06 - Ano 2 - Julho 1987

blog post image

Editorial

Nossa Conquista

Nestes tempos de tão raras boas notícias, acreditamos que seja salutar dividir com os leitores um pouco de nossa alegria e paz de espírito , ao termos certeza de – com esta 6a edição da Revista Magnum – saber que a parte mais dura de nosso trabalho como Editores (neste país de tão pequenos índices de leitura) foi concluída.

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Revista Magnum Edição 123

blog post image

Editorial

Erro de Foco: armas não são o problema. Lutar por elas, em si, não é solução.

Verão de 1986, eu, com 16 anos, passeio pelo Cidade Ocian, litoral de São Paulo; e ao passar por uma banca de jornais deparo com uma revista sobre armas e munições. Na capa a metralhadora de mão MT- 12, fuzis Weatherby e pistolas Taurus. Naquele momento eu adquiria a minha primeira revista MAGNUM, a número 3.

Folheio rapidamente e, poucos minutos depois, sentando calmamente à beira-mar, comecei a leitura. No editorial, uma fictícia carta de um pai que deixa às escondidas uma arma de presente para o filho e discorre da importância de manter absoluto segredo sobre a mesma, bem como o que havia ocorrido para que isso precisasse ser feito.

Pequena fagulha que anos depois causaria em mim um incêndio incontrolável em defesa da posse legítima deste objeto demonizado chamado Arma de Fogo - e não entendam isso como um auto-afago, pois Deus sabe como isso, em diversas vezes, foi muito mais uma maldição que uma bênção. Desse incêndio nasce um site chamado In-Correto e, posteriormente, o Movimento Viva Brasil - que completa este ano seu primeiro decênio; e nisso lá se vão 20 anos de luta e experiência; e com a citada experiência

vamos dia a dia clareando o entendimento.

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Edição 59 - Ano 10 - Julho/Agosto 1999

blog post image

Editorial

O mau exemplo de São Paulo

O atual governador do estado de São Paulo, Mario Covas, assim que empossado iniciou uma grande campanha contra as armas de fogo. Ele, e seus assessores e grupos de deslumbrados afirmam que sem armas de fogo a população paulistana teria mais segurança. Idem, idem para a campanha “Sou da Paz” criada pela rede globo e intensamente divulgada no estado de São Paulo.

Agora, todos que acreditam nessa absurda tese estão vendo exatamente o reverso da medalha, pois os números da escalada da violência em São Paulo – divulgados pela própria secretaria de segurança pública – são mais assustadores do que nunca.

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Edição 117 - Ano 19 - Janeiro / Fevereiro 2013

blog post image

Editorial

Quentin Tarantino & Machado de Assis – ou resgate & respeito

No dia dezoito, uma sexta feira deste janeiro, estreou em cinemas daqui Django Livre (Unchained Django - EUA, 2012). Filme de Velho Oeste, assinado por Quentin Tarantino, diretor, produtor, roteirista e ator de cinema, cujas narrativas extravagantes e nãolineares são dele marcas registradas.

Embora carregue algumas falhas cronológicas, relacionando as armas ao período supostamente retratado, honestamente aplacadas pela liberdade poética, o filme traz algumas coisas de muita, muita importância pra todos nós. A atuação de Christoph Waltz, com certeza, é uma delas.
Mas, a bendizer por aqui, esse filme nos traz resgate. Tarantino, aliás, é mestre em resgate. Busca, por exemplo, ator que anda sumido. Resgatou John Travolta, em Tempo de Violência (Pulp Fiction – EUA, 1994). Também David Carradine, em Kill Bill (EUA, 2003). Em Django Livre, o diretor resgata Franco Nero que - é minha triste opinião - não vem se mantendo exatamente popular nos últimos anos. Enfim, resgata figuras que vinham injustamente curtindo, admitido ou negado, certo ostracismo. Para além de um dos atores, em Django

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line